19 de março de 2014

Vivienne






Vivienne Westwood é mais do que uma estilista que cria roupinhas. Ela é uma artista que com seu jeito simples, espontâneo e generoso faz da sua marca um lifestyle, influênciando milhares de pessoas para também praticarem o bem... Seja ajudando ong's ou cortando suas madeixas avermelhadas em prol do bem social. 
Eu sou sua fã e quando eu crescer quero ser parecida com ela! ♡ 
Ah, e se você não a conhece, leia sobre a vida e a arte que ela cria em seus desfiles da vida!

17 de fevereiro de 2014

Pra passar o calor: Picolé!




Que a moda está em tudo, inclusive nos alimentos, todos já devem ter percebido. Assim como as peças de roupa que necessitam de um toque final, um detalhe para atrair consumidores e fãs, outros elementos do nosso dia -dia também precisam de um algo a mais. 
Devido ao calor incessante e o período fitness que estamos vivendo, o que entra em cena e tem conquistado muitos fãs são os picolé de frutas. Além de muito saudável, porque é feito realmente com frutas e suco- ele tem uma aparência linda e refresca qualquer temperatura alta.
Muitos blogs na internet já estão indicando seus picolés de frutas favoritos, as receitas são as mais variadas porém sempre com a mesma intenção:  tornar o calor menos quente e aproveitar as frutas naturais do nosso dia dia.



Pra quem se interessar em se arriscar em casa e tentar fazer, separei algumas receitas- bem fáceis- de alguns blogs bem bacanas. 


Picolé de frutas
Vamos fazer?
Corte as frutas (de sua preferência) em rodelas e vá preenchendoas forminhas. Os espaços restantes entre os pedaços, você pode preencher com suco de limão ou água de côco. Espere cerca de 6 horas no frezer e depois é só desenformar.



Picolé de Iogurte
Pegue uma garrafa de iogurte natural e divida em duas partes. A primeira, você separa, e a segunda, bate com frutas vermelhas com a ajuda de um mixer. Depois, é só preencher 1/3 da forma com uma das duas misturas e levar ao congelador por 1 hora. Em seguida, retire as formas do congelador e adicione mais uma camada, mas dessa vez sendo da outra mistura. Pra terminar, é só repetir o processo até preencher tudo.



Picolé de Melancia.
Faça o suco de uma melancia e preencha as formas, deixando um espacinho de em média dois dedos livres, e leve ao congelador. Primeiro,você congela a parte do suco da melancia. Depois, congele as partes branca e verde. A faixa branca pode ser feita com suco de limão – que fica uma delícia – e a verde, de kiwi. 




Picolé de morango com chocolate

Prepare o suco de morango e encha as formas e congele. Depois derreta o chocolate de sua preferência, com meia caixa de creme de leite.
Quando os picolés estiverem prontos, mergulhe-os na calda. Leve ao congelador por 15 minutos.





Fonte:
http://www.receitasanamaria.net/picole-salada-de-frutas.html
http://criemoda.com/brincando-de-ana-maria-picole-de-frutas/
http://www.farmrio.com.br/adorofarm/pra-refrescar-5/
http://vejario.abril.com.br/especial/picoles-diferentes-fazer-casa-772306.shtml




10 de fevereiro de 2014

Busca da beleza natural e real




A busca pelo corpo perfeito se tornou uma obsessão entre todos, em especial a nós mulheres. Estas que vivem na busca incessante do corpo, cabelo, pele perfeita de forma surreal, e que como todos já devem imaginar, acabam frustradas ou fissuradas pela estética imposta pela sociedade e o mundo da moda.
Pensando neste assunto e estudando-os como verdadeiros comportamentos humanos, diversas marcas estão investindo- alguns sutilmente outros com mais intensidade- no conceito da busca da beleza natural, onde coloca a consumidora como  um ser naturalmente lindo, com suas diferenças  ou diversidade corporal.




A marca de higiene pessoal Dove, que a maioria de nós já conheceu ou pelo menos ouviu falar, tem feito campanhas fantásticas sobre este assunto tão particular de cada um. Entre suas campanhas, Dove já lançou ” Retrados da real beleza”, onde podemos encontrar um vídeo realmente fantástico e emocionante no youtube. O vídeo/campanha que Dove promoveu foi o  vídeo publicitário mais assistido da história do YouTube e superou 164 milhões de acessos, além de ser vencedor do prêmio principal do Festival de Cannes 2013, o Grand Prix. E também tem conceito e criação totalmente brasileiros. (ponto pra gente!)
Sempre ligada nos novos comportamentos do gênero feminino, há menos de um mês Dove lançou uma campanha denominada “selfie”,  que teve  Cynthia Wade, diretora que venceu o Oscar de Melhor Documentário em 2007, como produtora. O vídeo foi criado a partir de uma pesquisa feita pela marca que revelou que 63% das mulheres acreditam que as mídias sociais influenciam a definição de beleza hoje em dia, mais que outras mídias tais como a impressa, o cinema e a música.



No filme, adolescentes e suas mães foram convidadas a tirar autorretratos, destacando justamente suas inseguranças quanto ao visual. O objetivo era redefinir a tradicional percepção de beleza impostas pela mídia.
As fotografias viraram uma exposição onde cada visitante pode deixar um comentário em um post-it. E as participantes se surpreenderam ao notar que, muitas vezes, o que elas não gostavam em si mesmas era exatamente o que os outros consideravam mais bonito:
“As coisas que nos fazem diferentes, nos fazem únicas, e por isso nos fazem bonitas.” – descobriu uma das meninas.
Já diferente a tudo que já foi nos apresentado até então, a nova “Globeleza”, musa carnavalesca da emissora telecomunicativa rede Globo, Nayara Justino, mostra que é dona de uma beleza natural. Com seios bem pequenos, a estética apresentada vai à contramão do padrão de beleza imposto.



Para ver os vídeos basta entrar no canal
www.youtube.com e digitar: Dove Retratos da Real Beleza
Para ver a nova campanha da marca, digite Selfie Dove. (o segundo vídeo é necessário alterar a opção de legenda).


 
fonte:
http://exame.abril.com.br/marketing/noticias/campanha-selfie-da-dove-convoca-meninas-a-buscar-sua-beleza
http://www.rioetc.com.br/renataabranchs/comportamento/selfie-campanha-dove/
http://extra.globo.com/mulher/corpo/nova-globeleza-nayara-justino-diz-que-nunca-pensou-em-silicone-gosto-muito-dos-meus-seios-11270130.html#ixzz2rznW8133

11 de outubro de 2013

Uma estranha forma de aparecer!



Há quem sentencie qualquer coisa mais estranha que as pessoas fazem de uma tentativa deliberada de “aparecer”.
Não posso culpar quem pense assim, na medida em que vivemos a era do espetáculo, onde exige-se de cada pessoa ser “especial”. Somos praticamente coagidos a sair do comum, porque o comum é a média, e a média, medíocre, que não se sobressai.
É o mundo em que para ser “alguém” na vida é preciso sucesso. E a medida do sucesso é o dinheiro ou a fama. Preferencialmente, os dois.
Mas o que é a fama? A fama é ser lembrado. Assim, com um mundo cada vez mais competitivo pela “fama”, o preço dessa fama, etérea, volátil, descartável,  se torna cada vez maior. O século do espetáculo é o século da informação. O espetáculo de agora será obsoleto daqui a dois minutos e é necessário uma legião de pessoas disputando seus parcos segundos da atenção para permanente realimentar da “máquina”. Alguns ganham dinheiro com isso, outros apenas a atenção e isso lhes basta. E uma massa gigante apenas aguarda, nas sombras, o momento em que o holofote pousará sobre seus ombros, e ele perceberá que enfim lhe dão o direito de existir.
O existir na sociedade do espetáculo. O único lugar onde talvez você só passe a existir se morrer.
Alguns aguardarão pela luz, que não virá. Muitos esperarão por ela até o fim de suas vidas. Pensarão ser fracassados. Olharão aqueles que se sobrepõe, uns sobre os outros, cada qual com mais papagaiadas como gênios. Almejará o lugar de cada um deles sem se dar conta que minutos depois eles já estarão ocultos nas sombras, também invejando os que despontam, no rastro ainda quente de seus predecessores.
Os que não vêem o holofote da aceitação, da atenção, inclinar em sua direção, buscam desesperadamente chamar a atenção, para que possam também existir.
Alguns se matam fazendo isso. Outros matam para tentar um lugar mais perto da luz. Há caminhos fáceis e difíceis para a fama, mas todos conduzem a ela. Dos que tiram a roupa para tocar piano aos que fazem fotos eróticas com seus filhos, em poses sensuais. Há os que metralham crianças em escolas, os que se jogam das janelas…
O novo cifrão virou um polegar estendido e uma curtida. A satisfação máxima é ver números grandes surgindo na tela, à espera do próximo ato, que sempre poderá ser o derradeiro. Antes que as cortinas se fechem um novo espetáculo rouba a cena alheia e tudo recomeça. Os aplausos, as curtidas e a busca eterna por um novo sucesso.
O monstro insatisfeito da atenção traga um a um. Ele nunca está satisfeito. Sempre irá querer mais.
Para a felicidade do monstro, eles sempre estarão ali. Implorando por serem comidos.


fonte: http://www.mundogump.com.br/estranha-forma-aparecer/

5 de agosto de 2013

Os muros falam!


Nunca as ruas das cidades falaram tanto como agora. As manifestações  muitas vezes identificadas por desenhos e frases de artistas grafiteiros em muros jamais notados agora tem chamado atenção por todo canto da sociedade, inclusive no mundo da moda.

A arte do grafite tem aparecido dia-dia em muros que antes eram cinzas e frios e as cores e os sentimentos de cada um fazem com que as cidades começassem a ter vida, sentimento e se tornem mais humanizadas. Agora as cidades possuem voz própria e falam com a população.


Aqui mesmo em Votuporanga é possível   apreciar muitas destas artes que antes causavam preconceito e  faziam com que muitos torcessem o nariz.
 A arte de manifestação atualmente serve de cenário para muitos editoriais de moda e de blogueiras.

Dentre tantos grafiteiros extraordinários que existem por todo canto do mundo e do Brasil, venho dar ênfase a dois dos preferidos, Os Gêmeos . Os Gêmeos (Otávio e Gustavo Pandolfo) é uma dupla de irmãos gêmeos idênticos  que começaram a pintar grafites em 1987 no bairro em que cresceram o Cambuci , e gradualmente tornaram-se uma das influências mais importantes na cena paulistana, ajudando a definir um estilo brasileiro de grafite. Os trabalhos da dupla estão presentes em diferentes cidades dos Estados UnidosInglaterraAlemanhaGréciaCuba, entre outros países. Seus personagens são  de coloração amarela e os temas retratados vão de retratos de família à críticas sociais e políticas; o estilo formou-se tanto pelo hip hop tradicional como pela pichação.





Um dos trabalhos mais conhecidos pelos dois irmãos foram as grafitagens no castelo de Kelburn na Escócia em 2007, com a parceria de outros dois artistas, Nina Pandolfo e Francesca Nunca. Vale lembrar que o conde de Glasgow, dono do castelo medieval, entrou formalmente com um pedido para preservar o grafite.

Na moda, Os Gêmeos também conseguiram seu espaço. Em janeiro deste ano os irmãos fecharam uma parceria com a marca renomada Louis Vuitton desenvolvendo estampas exclusivas para lenços da marca, tendo como parte do rendimento dedicado à caridade para as instituições brasileiras Casa do Zezinho e Grupo de Apoio ao Adolescente e à Criança com Câncer. Porém há quem diga que esta parceria não acabou por ai e outros acessórios como calçados, bolsas prometem ser a aposta da parceria para o futuro muito próximo!

fonte:  

http://pt.wikipedia.org/wiki/Os_G%C3%AAmeos
http://www.bigviagem.com.br/index.php/o-grafite-dos-gemeos-no-castelo-de-kelburn/
http://moda.terra.com.br/grafiteiros-os-gemeos-criam-estampa-para-lenco-da-louis-vuitton,c8189493d9c8c310VgnVCM3000009acceb0aRCRD.html


5 de abril de 2013

Tem alguma coisa errada com o coração das pessoas... O que será?!


 (Rosana Braga





Impressionante como as pessoas estão confusas, perdidas e sem saber como agir quando o assunto é amor, relacionamento, fidelidade, comportamento masculino, feminino, enfim, quando o assunto passa pelo coração...
Recebo muitas – muitas mesmo – mensagens de mulheres e (acreditem!!!) de homens que se sentem decepcionados, expressando sua imensa vontade de desistir de procurar alguém interessante, porque estão cansados de buscar e não encontrar. Ou pior, de caírem sempre em desencontros, em relacionamentos vazios, rasos, mascarados, cheios de problemas, desentendimentos e desafetos...
Parece que algo muito grave anda acontecendo. No entanto, acredito que para termos chegado a este ponto, onde homens e mulheres sentem-se constantemente insatisfeitos, procurando maneiras (cada qual como sabe melhor fazer) de compensar suas carências e até a raiva por não conseguirem ser feliz nos relacionamentos, é porque há um motivo anterior, um ponto a ser observado que antecede toda esta confusão...
A ala das mulheres tenta se defender alegando que os homens traem com uma freqüência muito maior que elas. Assim, declaram guerra contra os cafajestes... Já a ala masculina insiste em dizer que as mulheres não são confiáveis, são interesseiras, cobram demais ou são mal-humoradas...
Enfim, parece que há uma confusão generalizada, que destrói sonhos, desejos, amores, boas intenções e possibilidades de encontros que nos acrescentem e nos conduzam à tão almejada evolução. É isso: parece que os relacionamentos deixaram de ser sagrados, não no sentido de perfeitos, mas no que se refere a algo onde se pode investir mais, entregar-se mais, dar mais, aprender e crescer mais...
E o mais intrigante é que ambos – homens e mulheres – buscam exatamente a mesma coisa, embora acreditem que não, embora tenham a impressão de que se tornaram lutadores de idéias antagônicas, de objetivos absolutamente diferentes.
Portanto, a questão é: por que embora desejemos a mesma felicidade, o mesmo relacionamento, a mesma satisfação, tudo o que temos conseguido é decepção e desilusão?!? Como podemos promover encontros válidos e mais duradouros? Como podemos estabelecer maior confiança e disponibilidade entre os sexos e suas diferenças?
Sim, porque cada um tem o seu jeito de amar, de se doar, de compreender o amor e seus parâmetros de convivência.
Sei que é difícil entender o comportamento dos homens quando se é uma mulher... e vice-versa. Mas, de verdade, penso que as diferenças devam ser mais amorosamente acolhidas e menos – muito menos – julgadas e criticadas.
Em vez de desperdiçarmos toda a nossa energia e o nosso tempo justificando nossa insatisfação a partir do comportamento do sexo oposto, que tal nos voltarmos mais para nós mesmos e simplesmente fazermos a nossa parte?
Do que estou falando? Simples! Estou sugerindo que você demonstre exatamente o que quer, que aja conforme seus objetivos, que deixe no armário as suas máscaras, os seus jogos, o seu desejo de parecer independente, auto-suficiente, completamente livre para ser feliz sem o outro. Ter auto-estima é fundamental, mas quando a gente levanta uma bandeira do tipo sou feliz sozinho e não preciso de você!, a gente termina assustando e afastando as pessoas. 
Entretanto, todos esses sentimentos – solidão, tristeza, indignação, desejo de se relacionar, muita vontade de dividir segredos, alegrias, cobertor e até problemas – ficam camuflados em sorrisos falsos que lotam as danceterias, os bares, as festas, os cinemas e demais lugares que você possa imaginar... Ou seja, a linguagem não está clara, os desejos estão maquiados, as carências estão disfarçadas... e nos esquecemos de que as pessoas só enxergam na gente o que a gente mostra... Então, tudo o que um vê no outro é um imenso engano! E os encontros se tornam enganos... e o amor, infelizmente, tem se tornado o maior deles...
Sugiro mais exposição, mais transparência, mais coragem de ser quem você é, com seus medos, seus desejos e sua vontade de amar e ser amado. Sugiro que você seja mais coerente consigo mesmo, que mostre seus sentimentos e se assuma, mesmo sabendo que isso não é, em princípio, garantia para encontrar o grande amor da sua vida neste próximo final de semana.
Acredite no ritmo da vida e faça a sua parte, sem ficar vestindo essa fantasia de mulher-independente-e-auto-suficiente ou de homem-viril-macho-pega-todas... Sem essa de que o amor já era! Nunca estivemos tão carentes, tão sedentos de um simples cafuné, de um olhar mais demorado, de uma palavra mais carinhosa, de um abraço mais sincero...
Assuma-se e seja mais feliz!


<3 font="">

13 de dezembro de 2012

Arquitetando a moda!





Na última semana perdemos um grande homem, Oscar Niemeyer.
Faleceu na última quarta-feira, dia 05/12, o grande arquiteto revolucionário - responsável pelo projeto da capital federal, Brasília, entre muitos outros de extrema importância no Brasil e no mundo!


Oscar Niemeyer representava uma utopia do Brasil modernista, de arquiteturas esplêndidas e boas de se ver.  Mestre em desenhar curvas no concreto, Niemeyer introduziu sua arte nas grandes cidades a partir da década de 1930. Assim como a Bossa Nova e Carmen Miranda, Niemeyer  era um dos ícones prontos para quem precisava citar o Brasil em qualquer área de criação. Também por isso, suas influências pela moda não são poucas - ainda mais com a influência da arquitetura nas roupas, que ganhou peso nos últimos anos.
Das referências óbvias, favoritas de estudantes de moda (pouquíssimos prédios no mundo renderam tantos vestidos quanto às curvas da Catedral de Brasília), suas obras inspiram coleções no Brasil e em outras capitais da moda, entre jovens talentos e velhos mestres e são cenário de apresentações e incursões. 
Não é de hoje essa influência toda, que não deve acabar tão cedo. Existem infinitas convergências entre a moda e Niemeyer, que até a famosa top model Kate Moss conheceu e que, com tanto amor pelas curvas, teria rendido um belo estilista.




Na moda, muitos designers, estilistas e marcas , - não somente brasileiras, já se inspiraram e criaram peças homenageando o arquiteto.  A marca Lenny- de Lenny Niemeyer homenageou Oscar no ano de 2008 criando peças sofisticadas para sua coleção moda praia. Já a marca Converse criou uma linha baseada na estética curvilínea composta por 5 sapatos.  Guy Laroche apresentou, durante a feira de moda em Paris, seu verão 2013 inspirada em elementos de Oscar. Outras marcas como Dior, Fórum, Pedro Lourenço, Calvin Klein Collection e até H.Stern teve o grande artista-arquiteto como inspiração, usando então suas obras para desenvolver jóias.
Moda e arquitetura sempre andaram juntas, Niemeyer com suas obras clássicas de tamanha beleza será eternizado, inspirando e comprovando que essa convergência faz e fará muito bem para nós  admiradores.














Fonte:



17 de outubro de 2012

O estilo de John Mayer!






Pasmem, mas acreditem, eu ainda não conhecia a música e a belezura de John Mayer.

Com uma beleza e  uma voz maravilhosa, John Mayer (nascido em 16 de outubro de 1977é um dos queridinhos do mundo da moda por possuir um estilo diferenciado, moderninho e encantador. 
Mayer além de músico, é um tremendo conquistador (também pudera né?), na sua lista de ex-namoradas estão mulheres poderosas como, kate Perry, Jennifer Aniston, Jessica Simpson e Taylor Swift. Isso sem contar as milhares de incógnitas que suspiram com suas tatuagens e com os acordes de sua guitarra. Na hora de se vestir, John costuma optar pelo bom e velho uniforme do rock: tênis All Star, camiseta e calça jeans. Quando resolve caprichar um pouco mais no look, investe em sobreposições, jaquetas de couro, blazers e xadrez.










Sucesso

Em 2003, ganhou um Grammy de Melhor Performance Vocal Pop Masculina pelo lançamento em 2002 do compacto "Your Body Is A Wonderland" do disco Room for Squares. Em fevereiro de 2005, foi premiado em Performance Vocal Pop Masculina pela canção "Daughters" do disco Heavier Things. Os seus rivais ao título eram Elvis Costello, Josh Groban, Prince e Seal. Levou também para casa o Grammy de Canção do Ano que foi entregue aos compositores de "Daughters". Em fevereiro de 2007, foi premiado em Melhor Interpretação Pop Masculina pela canção "Waiting On The World To Change" do CD Continuum. E ainda por Melhor Álbum Pop, com o CD Continuum. John Mayer fez turnê com várias bandas, incluindo Maroon 5, Guster, Counting Crows, The Wallflowers, e Teitur. Algumas de suas canções mais populares são "Gravity", "Bigger Than My Body", "No Such Thing" e "Your Body Is a Wonderland". Apesar da fama de compositor sensível, é também um excelente guitarrista. Influenciado por Jimi Hendrix e Stevie Ray Vaughan, aceitou um convite de Eric Clapton para tocar no Crossroads Guitar Festival. John permite a gravação de áudio da maioria de seus shows, permitindo também a troca não-comercial destas gravações. Dá, assim, a chance aos fãs de recriar a experiência do show ao vivo, além de incentivar a interação entre os fãs. Estas trocas de gravações ajudaram a torná-lo mais conhecido no começo de sua carreira. Também recebeu um convite especial para um papel na série CSI: Crime Scene Investigation, no episódio: "Built to Kill 1" (Feito para Matar 1), 1º episódio da 7º temporada.




E ai gostaram? Essa é a prova de homens podem sim ter estilo! Nós mulheres, da moda ou não, amamos! :)
Pra você que não conhece, assim como eu não conhecia, segue abaixo algumas músicas lindas dele! 





fonte: wikipedia.br
modaspot.com.br
vitroladecetim.com

15 de outubro de 2012

Kidults e a moda divertida!


(texto do último domingo do jornal A Cidade de Votuporanga)


Homens e mulheres estão apostando em peças divertidas para compor o visual. T-shirts com imagens e frases engraçadas, assim como acessórios ultra coloridos saíram do universo infantil e estão sendo usados por muitos fashionistas.
Marcas por todo o planeta estão apostando nesse tipo de produto por ser tratar de um negócio lucrativo, pois o público que consome esse tipo de produto tem crescido a cada dia.  O consumidor, ou seja, a tribo que consome este produto infantilizado e engraçado tem o nome de kidults. Kidults é um termo criado por um sociólogo britânico em 2003 e que diz respeito aos adultos que conservam a nostalgia dos tempos de criança. Os kidults são uma tribo típica do século XXI, uma  espécie de “Peter Pans” modernos.
Na moda, os homens desta tribo são reconhecidos por adotar camisetas  com os personagens preferidos da época de desenho animado, tênis coloridos e/ou acessórios da década de 80. O resultado é um visual bem contemporâneo.
As mulheres kidults adoram as chamadas “estampinhas”, desenhos delicados, geralmente de bichos e frutas, e que remetem aos vestidos de menina. T-shirts com temas de heroínas, principalmente, se acompanhadas de acessórios coloridos.
A idéia desse estilo é levar um pouco mais de humor para o dia a dia. Sem disfarces. Sem fantasia.



















LinkWithin

Related Posts with Thumbnails